Eliminação do Narciso

A ELIMINAÇÃO DO NARCISO

video still1

2004, video/cor/som

SINOPSE:

O meu ponto de partida é uma folha de papel, uma complexa rede de linhas vai cobri-la de negro, anulando assim o Narciso que deixou de ser único, com hipóteses de crescer, apaixonar e transformar em flor colorida para passar a ser um papel preto.

A eliminação do meu Narciso, o processo metamórfico e o som dos riscos são captados.

A METAMORFOSE:

primeiro desenho / 1st drawing

Primeiro desenho, tinta s/papel,21x29cm

ultimo desenho / last drawing

Último desenho, tinta s/papel,21x29cm

Comecei com uma folha branca, onde depois de uma serie de pensamentos surgiu um desenho a tinta preta, aí descobri o meu talento: o meu orgulho, quando me apercebi da minha auto-admiração chamei ao meu desenho Narciso. Então, tal como na mitologia grega, o Narciso vai-se afogar nele próprio, ou seja, continuei a desenhar até não haver mais desenho e só uma folha coberta de traços negros: um papel preto, matando assim o meu talento e o meu orgulho, o meu Narciso.

Este processo foi captado em video, o movimento dos traços e o som dos riscos.

título: Eliminação do Narciso

ano: 2004

duração: 17 min 24 sec

género: experimental, video art

realizador: Maria Inês Ferreira

câmara: Pedro de Carvalho

país: Portugal

cor

Anúncios

1 Response to “Eliminação do Narciso”


  1. 1 Pedro Carvalho Novembro 10, 2007 às 10:12 am

    Lembro-me bem de te ter ajudado/atrapalhado. Do meu sopro frouxo.

    Sabes que eu sempre adorei esta tua cerração. Bom trabalho!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: